SIC 25 anos

Ontem, dia 6 de Outubro, a SIC completou 25 anos de existência. As celebrações da televisão privada decorreram na Praça do Município, em Lisboa. O evento contou com as caras da estação, um enorme palco de onde foi feito o direto ao longo do dia, muita música e outras atividades.

Estive o dia todo nas aulas. Portanto, não consegui ir ao casting nacional que a SIC preparou. Também não consegui assistir ao direto, pois terminou às 20h. Quando lá cheguei, a produção já estava a desmontar tudo. Mas tive a oportunidade de assistir ao espetáculo audiovisual em parceria com O CUBO e a NOS.

À chegada, vi a Bárbara Guimarães a fumar o seu cigarrinho. Estavam algumas pessoas a pedir-lhe fotos. Como sempre, não fui. Eu penso sempre que as pessoas têm a sua vida e que há momentos certos para pedir autógrafos e fotos. Ela já tinha terminado o seu dia de trabalho e certamente que esstaria desejosa para regressar a casa. O mesmo aconteceu com o Daniel Oliveira e a Andreia Rodrigues que quase correram. As pessoas não os deixavam sossegados. Eu sei que faz parte da profissão deles. Mas consigo colocar-me perfeitamente na posição de um apresentador que está um dia inteiro a trabalhar e que, ao fim do dia, só quer ir para casa descansar. Muitas vezes, contento-me em observá-los ao longe apenas para perceber como são ao vivo.

Tenho pena de não ter visto a Júlia Pinheiro ou o Cláudio Ramos. Sei que a Joana Latino também andou por lá, assim como a Liliana Campos. Não fosse o Passadeira Vermelha o meu programa favorito da SIC CARAS. As gargalhadas que eles me arrancam. Mas o resumo da história é que fiquei muito feliz e de coração cheio. Mais 25 anos para a SIC e outros tantos para a Júlia que também fez anos no mesmo dia. Beijinhos!

Imagens: Rúben e CARAS.