Alguém viu o Rodolfo?

Hey, amazings!

Não sei se é de mim, mas este ano acho que ainda não vi o nosso amigo Rodolfo. A rena marota anda desaparecida. Costumo vê-la por aí. Sobretudo em sweatshirts. Estão todos esquecidos de quem é a líder das renas do trenó do Pai Natal. Mas não te preocupes, Rodolfinha! Eu vou lembrar esta gente 😛

A história das renas do Pai Natal surgiu no século XIX por inspiração da utilização de trenós nos países mais frios onde caia neve. No entanto, estas renas eram especiais e podiam voar. Deste modo, garantir a entrega a tempo dos presentes a todas as crianças do mundo na noite de Natal.

Habitualmente, as renas que puxam o trenó do Pai Natal são oito. Rodolfo entrou para a equipa muito mais tarde. Diz a lenda que num Natal, o nosso barbudo favorito estava a tratar de fazer as suas entregas e encontrou a rena Rodolfo numas das casas. Achou-lhe graça porque tinha um nariz vermelho e brilhante. Nessa noite, fazia muito nevoeiro e a rena encarregou-se de guiar todas as outras. A partir daí, a equipa ficou composta.

Confesso que tive de pesquisar para conhecer esta lenda. Penso que muito pouca gente a conhece. Fala-se sempre do Pai Natal, dos presentes, dos duendes, das renas em geral… Mas nunca da rena Rodolfo em particular. Coitadinha, já merece destaque! Por mim, fazia-se uma série. Até já pensei no nome: Rudolph!

Se viram a rena, não hesitem em comentar!