Pensamento positivo

Ontem estava a ver o Queridas Manhãs (SIC) e fiquei impressionado com uma história. A Júlia e o João Paulo Rodrigues lançaram uma reportagem da Ana Marques. É uma rubrica já frequente do programa das manhãs. Consiste na visita da apresentadora a quem mais necessita. Habitualmente, ajudam com eletrodomésticos e/ou bens alimentares.

Neste caso, tratava-se de uma jovem de 27 anos com uma grande história de vida. Dois filhos, um deles a cargo de familiares e outro que se encontra numa instituição. Esta jovem, se bem me recordo, é de Évora. Mas já percorreu todo o país à procura de trabalho. A vida não lhe sorriu. No entanto, já está a trabalhar e a residir em Lisboa. O problema é que o salário que ganha não chega ao ordenado mínimo. A renda da casa leva-lhe parte do dinheiro. A produção do programa ajudou-a. Recebeu vários bens alimentares e ainda um frigorífico. Diz que, com o eletrodoméstico, a assistente social vai poder ver que está empenhada em criar condições para recuperar os filhos.

Estas histórias tocam-me. A televisão é feita destas emoções. O melhor de tudo é que há sempre a possibilidade de se poder ajudar. Esta jovem lutadora inspirou-me porque vai tendo as suas conquistas a pouco e pouco. O seu maior objetivo é voltar a ter os filhos em casa. Tocou-me. E também me deixou o peito apertado. Às vezes queremos alcançar tanta coisa, mas há pessoas que precisam mais. Do fundo do coração, espero que ela consiga. Um grande beijinho 🙂