Passadeira Vermelha

Esta é a altura dos grandes eventos, das passadeiras vermelhas e dos casamentos. É de passadeiras que escrevo hoje. Têm-se visto as redes sociais cheias de figuras públicas a deslumbrar. Quer dizer, algumas! Confesso que odeio ver uma senhora de vestido vermelho a desfilar numa red carpet. Acho que não bate a bota com a perdigota. A meu ver, tem de existir um contraste mínimo. A passadeira é enorme e há muitos passos para dar até chegar ao centro do evento. Portanto, há sempre aquela altura em que não se distingue o chão do tecido do vestido.

Claro que estou só a dar a minha opinião. E, por isso, fiz uma seleção dos melhores e das melhores. Não vou falar de todos. Mas quero mesmo relembrar o vestido que a Raquel Strada levou aos Globos de Ouro este ano. O preto não compromete e é sempre a melhor opção para uma red carpet. Em segundo lugar temos o vestido que a Carolina Patrocínio usou para fazer a cobertura dos Óscares em Los Angeles. Um vestido muito bonito com umas listras maravilhosas.

No lado dos homens, amei o fato que o Cláudio Ramos vestiu nos Globos de Ouro. É uma criação do Luís Carvalho e acho que quebra todos os padrões existentes para o dress code masculino. Adorei a cor e o corte. Só não gostei muito dos sapatos/sandálias(?), mas esses nem sequer se mostram. De seguida temos o Mark e o Ethan (a olhar um para o outro na imagem), o que mais gostei nos fatos deles foi o corte mais retilíneo e não tão arredondado como o exemplo do canto inferior direito. Também o laço e a gravata laranja fazem a diferença e quebram o padrão.

Digam-me como são os vossos looks para os eventos, aqui nos comentários 😀