Hey, amazings!

A resposta é muito simples e penso que todos vós já a sabem. Não se sobrevive! Nesta altura, assim como no Natal, temos todos desculpa e estamos no mesmo barco. Um barco enorme cheio de doces pascais e chocolates.

Não me tenho evitado. Mas eu já sabia que isto ia acontecer. Por isso, nas semanas antes de vir a casa dos pais, fui ao ginásio todos os dias. Não fazia pausas para descansar. Tinha noção que ia cometer vários abusos, não apenas nos doces, mas também a nível de comidas mais confecionadas e condimentadas.

Mas também não quero que todo o meu trabalho no ginásio vá por água abaixo. Aliás, tenho uma notícia para vos dar: a minha barriguinha já diminuiu. Começo já a perder alguma gordura localizada e é visível quando me vejo ao espelho. Num mês apenas são visíveis as diferenças.

Esta semana, sem praticar exercício físico, estou a fazer alguns procedimentos para que nem tudo seja mau:

  1. beber muita água;
  2. dar preferência ao chá verde (ajuda a queimar gordura localizada);
  3. comer fruta;
  4. evitar comidas com muito molho e gordura.

É bom pecar durante estes dias. No entanto, sei que quando regressar à rotina que vou malhar bastante e talvez faça uma semana de treino sem dias de descanso. Sei que faz mal, mas é para compensar os estragos. Depois volto aos normais cinco dias de treino por semana. E vocês, quais foram os estragos que já fizeram?

Estudante de Artes e Humanidades na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Espera um dia ser jornalista/apresentador na televisão nacional.