Lady Bird

Hey, amazings!

Este filme foi, provavelmente, o que mais demorei a ver. Não foi aborrecido. No entanto, não tinha um desenvolvimento fluído. Demorava imenso para algumas coisas acontecerem e penso que o espectador não fica motivado para desejar o final.

Basicamente, Lady Bird é uma rapariga que vive numa cidade não muito grande (à escala dos Estados Unidos da América). O seu maior sonho é sair do local onde nasceu e ir para a faculdade. As notas não são as melhores, mas com um pouco de empenho tudo se consegue. Esforça-se imenso e arranja vários trabalhos. Tira a carta de condução.

O filme retrata o sofrimento pelo qual alguns pais passam aquando da saída dos filhos de casa. Pode, então, dizer-se que os filhos não são dos pais, mas sim do Mundo e devem ter asas para voar. Assim como Christine que não aceita o seu nome de batismo e prefere ser chamada de Lady Bird.

A meu ver, o filme não retrata nada mais do que a mudança que muitos jovens (eu incluído) fazem ao irem estudar para fora. A passagem da adolescência para a vida adulta que, muitas vezes, tem alguns percalços pelo meio. Vejam o filme e tirem as vossas conclusões. Gosto de saber o que pensam. E, não se esqueçam, estamos a caminho dos Óscares!

Estudante de Artes e Humanidades na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Espera um dia ser jornalista/apresentador na televisão nacional.