As minhas cores

Isto de escolher cores é difícil. Para a roupa então nem se fala. Mas as que mais uso são o azul e o verde. O azul é aquela cor que transmite tranquilidade. É a cor do céu e do mar. O verde é a cor da esperança. E essa é a minha maior dádiva. É ter esperança e ser paciente. Mas aqui também há lugar para mais cores. Se repararem nas fotos, o vermelho e o branco também entram nas minhas escolhas. Eu sou do Benfica, portanto o encarnado nunca poderia ficar de fora. E o branco é, só por si, aquela cor que nunca falha. E, neste tempo encalorado, as cores mais suaves são sempre uma boa opção.

Estas fotos foram feitas há algum tempo. Algumas delas até chegaram a entrar no meu antigo blog. E agora têm de vir para este. Foram tiradas com a minha máquina fotográfica da Sony que esqueço-me sempre de utilizar. A qualidade é bastante boa, portanto tenho de passar a utilizar mais a máquina. Há aqui fotos que são de 2015. Parece que não mudei assim tanto em dois anos. Ao fim de contas, dois anos não é muito tempo. As mudanças físicas não foram quase nenhumas. Mas a nível mental e psíquico posso dizer que estou muito mais crescido, com a cabeça no lugar certo e focado nos sonhos. Não se esqueçam de sonhar 😀

Estudante de Artes e Humanidades na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Espera um dia ser jornalista/apresentador na televisão nacional.