Esta capa merece ser falada #3

Não me costumo manifestar sobre este tema. Mas já que a Cristina o fez, então vou falar. Vou falar porque gosto da igualdade. Gosto da ideia de sermos todos iguais (tendo os mesmos direitos) mas, ao mesmo tempo, todos diferentes. Ao contrário do que muita gente pensa, a homossexualidade já existe desde a pré-história do homem. Os tempos é que mudaram e agora os casais podem demonstrar o amor que sentem.

É de amor que fala a Revista Cristina de Julho. Porque o amor é sempre o mais importante. O pior é que há muitas pessoas que não sabem isso. Talvez porque nunca o tenham sentido. Na entrevista ao Bruno e ao Ricardo, fala-se do ódio das pessoas. Contam que tiveram problemas com uma vizinha e que ela fazia de tudo para os molestar. Chegou, inclusive, a fazer mal ao animal de estimação do casal.

Vem uma outra entrevista na publicação. Iva Domingues fala do seu próximo desafio. Trabalha há mais de 20 anos na TVI, mas é agora que vai viver o sonho americano. Vai para Los Angeles. A filha vai estudar realização de cinema. E ela vai fazer a cobertura de todos os eventos, fazendo reportagens para os jornais da TVI, para o programa Câmara Exclusiva e vai, ainda, partilhar a sua vida no seu blog (La La Lander) que ficará disponível em Agosto.

A Iva é defensora dos direitos humanos e uma feminista por natureza. Relembro que esteve envolvida na criação da plataforma Capazes, assim como Rita Ferro Rodrigues. A revista da Cristina Ferreira está cheia de matérias do bem. É sabido aqui por estes lados que tenho-as todas. Sou grande fã da apresentadora. Mas desta vez esmerou-se em fazer uma campanha contra o preconceito. Obrigado, Cristina! Obrigado também à equipa! Eu sei o nome de alguns, assim como a Paula Ramos e o Xavier Pereira. Excelente trabalho