“A Herdade” é o filme português indicado aos prémios Goya

O filme de Tiago Guedes, A Herdade, está indicado para os Goya, prémios de cinema de Espanha. A notícia foi dada pela Academia Portuguesa de Cinema e está a ser replicada por todos os meios de comunicação do país.

A Academia Portuguesa de Cinema anunciou esta segunda-feira que o filme A Herdade, de Tiago Guedes, está nomeado para os Prémios Goya, na categoria de melhor filme Ibero-americano. O elenco da película conta com Albano Jerónimo, Sandra Faleiro, Miguel Borges, João Vicente, Ana Bustorff, Beatriz Brás, entre outros.

Em Portugal, tem estreia marcada para o dia 19 de setembro. No entanto, a estreia mundial vai acontecer este mês, no Festival de Cinema de Veneza, em Itália, dia 28.

O filme conta a “saga de uma família proprietária de um dos maiores latifúndios da Europa, na margem sul do rio Tejo, convida-nos a mergulhar profundamente nos segredos da sua Herdade, fazendo o retrato da vida histórica, política, social e financeira de Portugal, dos anos 40, atravessando a Revolução do 25 de Abril e até aos dias de hoje”.

Produzido por Paulo Branco e com argumento de Rui Cardoso Martins e Tiago Guedes, A Herdade é uma das mais recentes apostas do cinema português e que poderá triunfar no estrangeiro, não apenas enquanto nomeado para os prémios Goya, mas também no caso de ser escolhido pela Academia Portuguesa de Cinema para a categoria de melhor filme estrangeiro dos Óscares, com gala marcada para o dia 9 de fevereiro de 2020.

Comente através do Facebook
Avatar

Licenciado em Artes e Humanidades pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Mestrando em Jornalismo na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Espera um dia ser jornalista/apresentador na televisão nacional.