Sarcófago de Tutankhamon está a ser restaurado

Encontrado há já quase 100 anos, o túmulo de Faraó está a ser restaurado para integrar exposição no final do próximo ano. Vai poder ser visto no Grande Museu Egípcio, junto às pirâmides de Gizé.

Envolto por algum misticismo, muito graças a séries e filmes, o tesouro do jovem Faraó está a ser restaurado há cerca de 15 anos por uma equipa do Grande Museu Egípcio. Se as obras de restauro continuarem em bom ritmo, o sarcófago poderá ser visitado no próximo ano, junto às pirâmides de Gizé.

As camadas de ouro que cobrem o túmulo estão muito fragilizadas e, neste momento, o restauro da parte exterior será uma das prioridades da equipa destacada para levar a bom porto o trabalho. Recorde-se que o túmulo do Faraó Tutankhamon foi dado a conhecer, em 1922, por Howard Carter, arqueólogo e egiptólogo britânico.

Originalmente, sabe-se que existiam três sarcófagos, que encaixavam um nos outros. Porém, o único que foi encontrado (e que se encontra em restauro) é o maior. Os outros dois, feitos de madeira dourada e ouro maciço, nunca foram encontrados.

Tutankhamon foi um Faraó da Décima Oitava Dinastia (Império Novo). Subiu ao trono em 1333 a.C., com cerca de dez anos de idade. Morreu em tenra idade, aos 18 anos. Especula-se que teria algumas deficiências físicas.

Comente através do Facebook
Avatar

Licenciado em Artes e Humanidades pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Mestrando em Jornalismo na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Espera um dia ser jornalista/apresentador na televisão nacional.