O espírito natalício não quer entrar

Hey, amazings!

Nem sempre é fácil conseguir entrar no espírito, por mais luzes natalícias, decorações por todo o lado e mais algum, canções nas ruas e sei lá eu mais o quê. No entanto, somos levados por este consumismo que é o Natal. Para mim passou a ser apenas isso. Não vejo pessoas a dizer que se amam, nem qualquer outro tipo de afeto.  Vejo os centros comerciais cheios de gente à procura do presente ideal. Quase como se tratasse de uma obrigação. A quadra natalícia não pode ser isso. Nesse sentido, escrevi um artigo muito interessante para o esQrever, em que dou a conhecer o Natal de cada pessoa.

Ainda estou com o stress dos trabalhos e frequências da faculdade. Este ano lectivo o calendário escolar mudou e, por isso, os senhores professores puseram todos os afazeres na última semana. Imaginam o resultado? Catástrofe total: um teste por dia e ainda vários trabalhos pelo meio. Talvez esse seja um motivo para não ter conseguido entrar no espírito natalício. Mas também acredito que seja porque estou preocupado com outras questões. Ao fim de contas, serei licenciado daqui a um semestre (espero eu)! Portanto, estou um pouco pensativo no que toca a decisões e até a possíveis imprevistos.

Por agora, estarei de férias até final de janeiro e espero dedicar-me à escrita. Nomeadamente, aqui ao nosso amazing cantinho. Mas também a outras escritas privadas 😛 Mas não é só isso. Voltei ao ginásio, após quatro meses em que não consegui ir. E agora vai ser a dar tudo. Logo, não posso abusar nas rabanadas nem nos chocolates. Porque para comer estou sempre dentro do espírito.

Boas festas!

Comente através do Facebook
Avatar

Licenciado em Artes e Humanidades pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Mestrando em Jornalismo na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Espera um dia ser jornalista/apresentador na televisão nacional.