5 Para a Meia Noite

Hey, amazings!

Na passada quarta-feira, feriado, fui à RTP assistir ao 5 PARA A MEIA NOITE. O programa costuma ser em direto nas quintas. Mas, excecionalmente, foi gravado na quarta para depois passarem no horário habitual. O estúdio do 5 está em obras, por isso o querido “Gordo” não se importou de emprestar o cenário do Preço Certo.

Fui o primeiro a chegar lá. Eu e as minhas duas amigas. Passei-me logo da cabeça e a mostrar-lhes os cantos à casa. Eu já sabia o nome de algumas pessoas da produção. Não me perguntem como, mas é assim que se percebe o que realmente gostamos e onde queremos chegar na vida.

Como já é hábito, houve um atraso. Não sei se foi a Filó (Filomena Cautela) ou se foi alguém da produção. Isso não importa. Só me questiono acerca dos diretos. E essa é uma dificuldade. Neste programa, que foi gravado, teve de se cortar duas ou três vezes para se filmar novamente.

Eu já tinha noção da movimentação das câmaras e da quantidade de pessoas que fazem falta para a realização de um programa. Mas, até hoje, só havia assistido a programas de exterior. Em estúdio, foi uma novidade para mim. O espaço é muito mais pequeno do que parece na televisão. No ecrã parece enorme! Depois há as câmaras que são enormes. Sempre que se acendia a luzinha vermelha lá sorria eu e endireitava as costas para não parecer mal.

Mas isto que vos contei foi a parte técnica. Quanto ao programa em si, posso dizer que foi incrível. Da apresentadora já nem falo, a Mena é uma inspiração por ser uma comunicadora que faz sempre diferente. Tem um estilo próprio e diferente dos outros apresentadores portugueses. Os convidados foram a Ana Bola, o Reynaldo Gianecchini, a Alda Gomes, AnaVitória ft. Diogo Piçarra. Não me posso esquecer do Sr. Osório (Eduardo Madeira) que é a voz dos haters do programa. Também muito importante é a Inês Lopes Gonçalves que co-apresenta o programa com a Mena. A equipa é incrível e só tenho a dizer bem.

Foi uma experiência diferente. Mas espero que notícias futuras tornem esta experiência em algo real. Que seja para a vida. E que a televisão me aceite. Atrás ou à frente das câmaras. Fiquem atentos às novidades. Beijinho 🙂